Slideshow

domingo, 26 de junho de 2011

O arraial tá pronto. Só falta você !


O mês de junho chega ao fim porém as tradicionais Festas Juninas ultrapassam a barreira das datas e embarcam julho a todo vapor. Originalmente, as festas juninas surgiram com a intenção de afugentar os maus espíritos, por isso que é de costume acender fogueiras e queimar fogos. Elas começaram nos campos e plantações, originando os trajes típicos de caipiras e sinhazinhas, e o casamento na roça. A quadrilha teve origem na Inglaterra, por volta dos séculos XIII e XIV. No Brasil, a dança foi introduzida no início do séc CIX, com a vinda da Corte Real Portuguesa.   

Todos os anos a chegada do mês de junho na maioria dos Estados do Nordeste do Brasil representa um período de festa e fartura. A alegria não é pela colheita e pela chuva, que são aguardados o ano inteiro no sertão nordestino, mas pela realização dos festejos juninos nos nove Estados da região: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe. Entre esses Estados mais do que o Carnaval, são as festas juninas que melhor refletem sua forte identidade cultural. E, enquanto na maioria das cidades do interior nordestino as comemorações ainda guardam um aspecto familiar, Pernambuco, Paraíba, Bahia, Sergipe e Maranhão apostam em megaeventos para atrair turistas de todo o país e a gerar postos de trabalho.

Outras praças, como Caruaru (PE) e Campina Grande (PB), fazem dos festejos juninos um dos principais geradores de emprego e de renda. Juntas, as cidades prevêem a chegada de cerca de 4 milhões de visitantes, aliadas à movimentação de R$ 20 milhões e a geração de 5.000 postos de trabalho.
O título de principal Estado das festas de junho é bastante disputado por baianos, pernambucanos e paraibanos. Nenhum deles admite que está em segundo ou terceiro lugar na preferência nacional. A maior rivalidade, no entanto, não está presente nas capitais, e sim no eixo sertanejo Caruaru-Campina Grande. Essas cidades respiram São João do primeiro ao último dia do mês de junho. Ao todo são quase mil atrações, que vão desde o autêntico trio nordestino (sanfoneiro, triangueiro e zabumbeiro) até as principais bandas e forrozeiros que dominam as paradas de sucesso nas cidades nordestinas.

Em homenagem ao Grande Rei do Baião - Luiz Gonzaga segue abaixo um vídeo que preparei com um de seus maiores sucessos "Asa Branca" . Espero que se divirtam! 

Márcia Canêdo  

Fonte: Própria e Uol Viagem

Imagens do vídeo: Google
Música : Arquivo pessoal 


video

By JORNALISMO ANTENADO with 12 comments

12 comentários:

Quando criança dançava em festa junina. Hoje em dia... mas as comidas dessa época são maravilhosas: canjica, caldos, broa de milho... imagino o Nordeste agora... delícia pura! Bjo!

Quando criança dançava em festa junina. Hoje em dia... mas as comidas dessa época são maravilhosas: canjica, caldos, broa de milho... imagino o Nordeste agora... delícia pura! Bjo! Gui.

Olá querida amiga Márcia,

Excelente o vídeo e o texto.
Vamos lá... vamos participar da festa!
Amo os quitutes da época.
Beijos.
Carinhoso e fraternal abraço,
Vovó Lili

Gostei do vídeo... eu gosto muito desta música!
Mas seu texto me ensinou um bocado sobre as famosas festas juninas, muito legal mesmo!
Beijo enorme no coração

Gostei da curiosidade, sobre a fogueira. Confesso, eu não sabia.

O sonho em ir um dia, pra Caruarú foi reforçado com esta sua matéria.Muito bom!

Bjs

Adorei Márcia!
Fez lembrar minha infância quando toda a vizinhança se reunia para acender fogueira, tomar quentão, pois aqui é muito frio, rsrrsrs! Comer batata doce, etc.
Deve haver algumas variantes em função do clima, mas a alegria é a mesma!
Abraços!
Flora.

Adorei a postagem, Luíz Gonzaga, forró de campina Grande, canjica, fogueira, na minha opinião é uma das festas mais gostosas do ano e ainda por cima curtir asa branca deu saudade.
obrigado Márcia
beijs no coração

Oi Vovó Lili saudades querida.... obrigada pelo elogio ao vídeo e texto de coração viu.

Minina os quitutes dessa época é um negócio né?kkkkk Sábado fiz canjica doce aqui em casa acho que isso que me inspirou a fazer o vídeo ontem..rs

Beijos no coração

Obrigada pela visita e comentário carinhoso.

Márcia Canêdo

Oieee Val!! Precisamos marcar um dia desses pra conversar hein! Espero que esteja bem e feliz minha amiga.

Asa Branca é um hino do Baião né e Luiz Gonzaga nem se fala, nada a declarar..rs Essa música é bonita mesmo.

Obrigada pela visita e comentário minha linda

Beijos no coração

Márcia Canêdo

Oie querida achei muito curioso essa informação também quando lí e tinha que compartilhar com vocês.

Caruaru dispensa comentários não é verdade?! Na tv passa as quadrilhas de lá mas, o emocionante mesmo deve ser circular por aquele mar de pessoas , sentir a energia que circula nesta linda festa de são joão.

Obrigada pela presença querida e comentário

Beijos no coração

Márcia Canêdo

Oie Flora como falei com Lili lá em cima os quitutes dessa época são MARAVILHOSOS .... caldos, canjica doce, paçoca, quentão....hummm dá pagua na boca só de pensar.

As variantes são poucas no nordeste que as comidas são essas convencionais e ainda tem as da região como as famosas buchadas de bode..rs

Obrigada pela visita e comentário

Beijos no coração

Márcia Canêdo

Amei as curiosidades em torno das tradições. E o video também é muito legal. Bjs.

Postar um comentário

Se você gostou dessa matéria comente e indique para seus amigos.Obrigada e você é sempre bem vindo!

    • Popular
    • Categorias
    • Arquivos